Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Channel Catalog


older | 1 | .... | 19 | 20 | (Page 21) | 22 | 23 | .... | 35 | newer

    0 0
  • 11/22/13--18:30: Super-tufão Haiyan #2
  • Sabado passado fiz um post ,um tanto quanto atrasado , sobre o super tufão que atingiu as Filipinas .

    Hoje , tambem atrasado , faço um outro post sobre os dias que sucederam a tragédia na qual o povo local teve que correr para enterrar os corpos em enormes valas comuns para evitar proliferação de doenças , em que pessoas estão se matando para se sustentarem e estão recolhendo os corpos "devolvidos" pelo mar , acompanhem essas imagens que elas falam por si só :


    NEM O BLOGUEIRO GORE DO SACO MAIS ROXO TERIA CU PARA SUPORTAR ESSE TRABALHO






    CORPOS ESPALHADOS  JA VIRARAM ROTINA PARA OS SOBREVIVENTES












    O CHEIRO DE MORTE PAIRA SOBRE O LOCAL 


    A DOR DA PERDA PARECE SER INSUPORTAVEL



    ATÉ AS CRIANÇAS AJUDAM COM OS CORPOS





    NA ENORME VALA COMUM CAVADA PROXIMO AO CEMITERIO 













    CENAS QUE MAIS PARECEM DE UM FILME DE APOCALIPSE ZUMBI


    E O MAR CONTINUA DEVOLVENDO OS CORPOS POR ELE RECLAMADO







    0 0


    Uma mulher com metade do corpo esmagado sob um caminhão, aguarda por socorro.
    Mesmo no Theync.com, que postou o vídeo, não encontrei mais informações.



    ONE

    0 0

    Ola amigos do blog O Mundo Real, pra vcs que curtem essa nossa serie automobilistica , hoje trago até vcs simplesmente a maior tragédia da historia do automobilismo , as 24 horas de Le Mans de 1955 .

    Adapto o texto do site motorpasion.com.br, e confiram essa historia que leva até a rivalidade pra fora das pistas num periodo pos-guerra , espero que gostem :



    Acha que Imola de 1994 foi o pior momento do automobilismo? Você precisa ler então o que aconteceu em Le Mans, no ano de 1955. Um simples erro de julgamento fez o Mercedes de Pierre Levegh voar em direção ao público matando mais de 80 pessoas.



    Nos anos 50, a Europa ainda se refazia dos estragos da Segunda Guerra mundial. Mas a depressão do pós-guerra, já havia passado. O continente vivia um momento de prosperidade econômica. Pela primeira vez, a juventude estava ganhando voz ativa, com sua rebeldia. E um dos passatempos em expansão para essa classe eram as corridas de automóveis.

    As fábricas, interessadas nesse nicho, participavam cada vez mais ativamente das principais corridas da época, como o recém-criado campeonato mundial de Fórmula 1 e corridas de longa duração como a Mille Miglia na Itália e as 24 Horas de Le Mans, na França.



    Idealizada em 1922 em um circuito que usaria o pequeno circuito Bugatti e as principais estradas das cidades em volta, às 24 Horas de Le Mans foi concebida para ser uma prova de resistência, que contribuísse para a evolução do progresso técnico e favorecer o desenvolvimento do automóvel. 24 Horas correndo em Le Mans, gerava mais quilometragem que uma temporada inteira de Fórmula 1 da época. E uma exposição sem igual para o vencedor. Era como “vencer no domingo, e vender na segunda-feira”.


    Em 1955 a competição estava mais acirrada do que de costume. A volta da Mercedes-Benz às competições no ano anterior causou alvoroço. Depois de serem destruídos na Segunda Guerra, os alemães voltaram com uma fábrica novinha em folha e carros de última geração. O modelo W196 venceu na Fórmula 1 em seu primeiro ano e agora chegavam à Le Mans com o também revolucionário 300 SLR, de comando de válvulas desmodrônico e injeção direta de combustível.

    Para enfrentar o poderio alemão apenas uma fábrica era capaz de fazê-lo. Um pequeno grupo de engenheiros britânicos: a Jaguar. Nos anos 50, a montadora do felino era ainda uma pequena fábrica sediada em Conventry, muito menor que a Mercedes. Mas estava cercada de mentes criativas. Já havia vencido duas vezes a prova de resistência, em 1952 e 1953, com o épico Jaguar “D Type”. Um carro de corrida leve, aerodinâmico e igualmente inovador.



    Ao se encontrarem em Le Mans, britânicos e alemães levavam a rivalidade para fora da pista. Fazia apenas 10 anos que a Segunda Guerra Mundial havia acabado e sentimentos inflamados dos dois lados ainda eram bem latentes. Não era apenas Jaguar contra Mercedes. Eles encaravam como Inglaterra contra Alemanha, em plena França, outrora ocupada pelos nazistas. Os alemães querendo mostrar a força de seu renascimento e os ingleses querendo provar que ainda eram superiores.

    As duas equipes levaram um verdadeiro arsenal para a pista. Enquanto a maioria dos times competia apenas com um carro, Jaguar e Mercedes levaram três. Cada um deles, com uma dupla de pilotos. Na época ainda não era costume (e obrigação) correr em trio. A Jaguar só levou pilotos britânicos, liderados pelo melhor piloto inglês da época, Mike Hawthorn e seu companheiro Ivor Bueb.

    A Mercedes por outro lado, contava com o maior piloto de todos os tempos: Juan Manuel Fangio. Mas em um ato de conciliação com a Inglaterra eles contavam também com o jovem promissor britânico Stirling Moss, então com 25 anos. Também estava em um de seus carros um herói francês. Pierre Levegh, 50 anos de idade, o piloto mais velho da corrida, era chamado por seus colegas como “o bispo”. Havia se tornado ídolo quando quase venceu a prova em 1952, correndo 22 horas interruptamente!



    Entusiasmado por esse clima de “guerra”, o público lotou as superintendências do Circuit de La Sarthe. Quando a prova teve início mais de 200 mil pessoas estavam presentes, a maioria delas na estreita reta dos boxes, onde apenas montes de terra, e fardos de feno separavam as pessoas dos carros.

    A largada aconteceu ao estilo da época. Os pilotos ficavam de um lado da pista e corriam em direção aos seus carros desligados do outro lado. Fangio parte mal. O argentino ao pular para dentro do Mercedes enfia a calça na alavanca de câmbio! Fica para trás, assim como Hawthorn. Quem liderava as primeiras voltas era a Ferrari de Eugenio Castellotti. Mas não havia dúvidas que essa seria uma batalha particular dos dois titãs. Em pouco menos de uma hora eles já eram primeiro e segundo, competindo tão ferozmente quanto em uma Sprint Race.



    O Mercedes 300 SLR e o Jaguar D Type eram veículos muito diferentes e ainda assim ambos formidáveis. O carro germânico era feito de magnésio, de aspecto pesadão, mas sólido. Tinha 310 cavalos de potência, e andava mais rápido nas retas. O britânico era menos potente, com 290 Hp de força. Mas o seu maior trunfo eram a maior leveza e os então revolucionários freios a disco nas quatro rodas, possibilitando freadas mais fortes e próximas das curvas que seu rival que usava enormes e pesados tambores.

    Com duas horas de prova os dois corriam separados por poucos metros, e já haviam se ultrapassado uma dúzia de vezes. Hawthorn estava dando tudo de si, tentando impedir a vitória da Mercedes. “Maldição. Por que um carro alemão deve vencer um carro inglês?” dizia. Naquele ritmo tão intenso, nenhum dos dois carros resistiria até o final. A dúvida era, qual deles seria o primeiro a quebrar.

    "Eu havia empurrado a minha mulher para o chão então todos os pedaços do carro passaram por cima de nós. Se eu não tivesse feito isso, não estaria aqui hoje.” (espectador)


    Pierre Levegh, no outro Mercedes vinha quase uma volta atrás. Hawthorn e Fangio se preparavam para colocar uma volta no francês e em Lance Macklin que vinha competindo em outra categoria com seu pequeno Austin-Healey. Ai que aconteceu o acidente.


    Hawthorn havia acabado de superar Macklin e Fangio vinha atrás dos dois e de Levegh. Quando o Jaguar subitamente diminuiu a velocidade para parar nos boxes, o Austin-Healey atrás foi pego de surpresa com a forte desaceleração sendo obrigado a frear de repente e tirar para a esquerda para não bater. Mas ao fazer isso, não conseguiu impedir de ficar na frente de Levegh que vinha muito mais rápido pela esquerda. O Mercedes bateu na traseira de Macklin a mais de 250 km/h, decolando em direção à multidão em frente à reta dos boxes.



    Colidindo com uma um túnel de concreto que dava acesso à pista, o Mercedes 300 SLR se dividiu em várias partes, carro e piloto para um lado e motor para outro, tudo em cima das pessoas. Os segundos que se seguiram são de puro horror. Havia gente esquartejada por todos os lados. Um incêndio havia começado e se expandido com as ligas de magnésio do carro, altamente inflamáveis. Agora sim, o cenário lembrava muito um campo de batalha, com feridos demais para os míseros 25 médicos disponíveis.


    "Eu vi o motor voando. Caiu em cima da multidão. As pessoas foram divididas em dois pedaços. Vi um corpo no chão, o binóculo ainda em volta do pescoço, mas decapitado.” (espectador)

    O acidente provocou uma reação em cadeia. O público em pânico passou a correr em direção aos portões de saída, e muitas pessoas morreram pisoteadas. Mesmo com a reta de chegada mergulhada no caos, o diretor da prova Charles Faroux preferiu manter a corrida em andamento, acreditando que se tudo parasse o fluxo de pessoas nas estradas de acesso, iria tornar a remoção dos feridos muito mais lenta do que já estava. Assim, o socorro às vítimas acontecia ao mesmo tempo em que carros ainda competiam, fazendo paradas para troca de pneus, pilotos e reabastecimento.

    A Mercedes ficou ainda algum tempo competindo, na liderança com Fangio e Moss. Mas perto da meia-noite Alfred Neubauer, o chefe de equipe, ordenou que Moss voltasse aos boxes em luto pelos mortos. Em seguida, o alemão foi à Jaguar sugerindo que fizessem o mesmo. Mas os britânicos ficaram na pista até o final. Em uma decisão ainda polêmica, o chefe da equipe mandou o aviso à Hawthorn. “Pode diminuir o ritmo que a Mercedes está saindo” disse.





    A Jaguar conseguiu a sua esperada vitória sobre a Mercedes e a Alemanha. A vitória acabou sendo comemorada por Hawthorn num ato que os franceses consideraram como indigno. Principalmente porque o britânico é considerado um dos pilares causadores do acidente. Envolvido em seu afã por vencer Fangio, ele não esperou atrás de Macklin até ir aos boxes, passando à frente dele, para diminuir bruscamente em seu caminho. Um simples erro de julgamento pode ter causado a morte de mais de 100 pessoas.

    No entanto, algumas pessoas testemunharam o que teria sido um “ataque histérico” do inglês minutos após o acidente. Convencido de que teria sido um erro seu Hawthorn não queria competir novamente. Ele precisou ser consolado por amigos para voltar ao carro.

    De um jeito ou de outro, as consequências vieram para todos. A Suíça baniu as corridas de automóveis em seu território, decisão que sou foi revogada apenas a pouco tempo. A Mercedes se retirou quase imediatamente do automobilismo, permanecendo afastada, por mais de 30 anos, assim como a Jaguar.



    Fangio nunca mais pisou em Le Mans e parou de correr em 1958, ano que Hawthorn se tornara o primeiro campeão britânico de Fórmula 1. Após conquistar o título, ele anunciou imediatamente sua aposentadoria. Mas apenas dois meses depois, encontraria a morte em um acidente rodoviário com seu Jaguar na Inglaterra, colidindo ironicamente em um Mercedes.


    Acidente fatal de Hawthorn

    Alguns críticos consideram a tragédia de Le Mans ’55 como o acidente do esporte a motor definitivo. Aquele que separou uma era de outra e que soou o alarme a respeito dos perigos das corridas e da falta de segurança de carros e autódromos. O ponto de partida para profundas mudanças no esporte que viria nos anos seguintes



    0 0


    "Ao longo de setembro a outubro, um ativista disfarçado gravou imagens em uma antiga fazenda da Tyson Foods em Oklahoma. As filmagens lançadas na quarta-feira pela Mercy for Animals mostra trabalhadores na West Coast Farms, jogando leitões no chão para matá-los, outros são castrados sem anestesia, porcos são chutados na cabeça, tem os olhos arrancados, e até mesmo batem em um animal com uma bola de boliche. A Tyson Foods é uma das maiores fornecedoras do Walmart e está entre as maiores produtoras de carne nos Estados Unidos."



    ONE



    0 0

    Fato acontecido sexta feira aqui proximo de minha casa .



    Letícia Monique Santos de 17 anos foi assassinada pelo namorado por volta das 15h30 desta sexta-feira (22) dentro do Supermercado Super Golff localizado na avenida Gabriel Freceiro de Miranda, no conjunto Castelo Branco, em Cambé.



    Letícia estava trabalhando quando foi abordada por Jean Henrique Albino, de 21 anos. Depois de uma discussão, o rapaz sacou de uma arma e atirou nas costas e na cabeça da adolescente.

    A vítima morreu antes da chegada dos socorristas do Siate. O acusado foi preso em flagrante pela Polícia Militar (PM) na estrada da Esperança no Jardim São Paulo e encaminhado para a Delegacia de Cambé.
    Segundo informações de familiares o casal tinham um relacionamento complicado, que não era aprovado pela família da adolescente.

    Câmeras de Segurança flagram o memento da morte da adolescente:











    0 0


    O ex-vice-prefeito Melvin Talley, foi levado ao hospital Ernesto Serqueira da cidade de bluefields, Nicarágua, após ser esfaqueado pelo empregado de sua fazenda, por conta de uma dívida não paga.



    ONE

    0 0
  • 11/24/13--18:00: Momentos históricos parte 1

  • Compilação de imagens históricas com tudo um pouco, de paz à guerra, com cenas da vida da humanidade e algumas nada habituais.
    São pedaços de tempo em um pequeno retalho de memória.

    ONE
    http://www.taringa.net

    Bob Marley na praia com a Miss Mundo de 1976, Cindy Breakspeare, mais tarde, mãe de Damien Marley

    A estátua da liberdade enquanto a terminavam em Paris, 1885

    Depois do dia D quando os americanos passavam por St. Lo. na França, 1944

    O Circo Wirths chega a Melbourne, Austrália, a foto mostra a aliá (elefanta) Alice de 102 anos sendo desatrelada das carroças, 1948

    Jimmy Page, Led Zeppelin, 1972

    O soldado Luther E. Boger da 82° divisão de paraquedistas, ante um cartaz de perigo em Kohln, Alemanha, 4 de abril de 1945

    Soldados alemães em 1942

    Um homem tratando de vender seu carro na Grande Depressão de 1929

    Gente caminhando sobre cadeiras em Maisons-Laffite em Paris depois de uma enchente do Sena, 1924

    Uma combatente libanesa em 1982

    Uma das fotos mais antigas da Grande Esfinge de 1880

    Woodstock, Bethel, New York, 14 de Agosto de 1969

    Chester E. Macduffee e seu traje de mergulho de 250Kg em 1911

    O leão da produtora de cinema MGM, quando gravaram o seu famoso intro, 1928

    O último Tigre de Tasmânia, Zoológico de Beaumaris, 1933

    Frances Densmore gravando a música do chefe "Pé preto", 1916

    A tripulação de um Panzer III se rende aos britânicos na batalha do Alamein, 1942

    Um piloto da RAF recebe um corte de cabelo entre as missões, Grã-Bretanha, 1942

    Uma peça de artilharia de 152mm disparando durante a campanha ofensiva na Bielorrússia, 1944

    O último helicóptero que saía da embaixada norte-americana de Saigon estava muito carregado.
    Um americano "marca território" nessa hora de desespero, com seus punhos. 30 de Abril de 1975.

    Trabalhadora da fábrica Van Nuys da Califórnia durante a guerra em 1944, logo ficou conhecida como Marilyn Monroe e teve muitas outras fotos:)

    Um Marine entra em um tunel Vietcong (Tunnel Rats), 1969

    Um tanque Matilda australiano em uma rota de Bougainville, 1945

    Ataque com Napalm no Vietnã do sul, 1966

    Soldados alemães testando um canhão anti-aéreo Becker-Flugzeugkanone de 20mm na frente ocidental, 1918

    Continua...

    ONE

    0 0
  • 11/25/13--03:58: Moto vs carro
  • Salve galera, com esse video que estou postando estamos inaugurando nosso canal no Youtoba .

    Um canal que como diria os antigos " ja nasceu com o umbigo roxo" , ou seja , tem tudo para morrer logo rsrs. Vamos colocar uns videos o mais light possivel , mas como vcs ja sabem , eles são frescos pra caramba .

    Quem quiser se escrever é sóCLICAR AQUIe assim que eu conseguir puder colocarei o gadjet ao lado para acesso direto .

    Mas vamos ao video :

    Não sei onde se passa mas os dois jumentos sem capacete nem nada , param para cruzar uma rodovia , e esperam até um carro em alta velocidade chegar perto para cruzarem , parece até suicidio , confiram :



    0 0


    Como sabem, eu ONE, moro atualmente aqui em São José do Rio Preto...

    Pelo menos oito pessoas morreram e seis ficaram feridas após o descarrilamento de um trem de carga neste domingo em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Os vagões caíram sobre casas na zona urbana e equipes de resgate ainda procuram vítimas sob os escombros.


    O acidente, com dez vagões carregados com milho, aconteceu às 17 horas, no cruzamento entre da Rua Osvaldo Aranha com as Ruas Presidente Roosevelt e Anisio José Moreira, no bairro Jardim Conceição, perto da região central da cidade. No local não há muros entre a linha de trem e os imóveis, que ficam a pouco menos de 20 metros de onde passam as composições.

    http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/trem-derruba-casas-e-mata-sete-no-interior-de-sp

    Segundo relatos de testemunhas, o trem da América Latina Logística (ALL) saiu dos trilhos e avançou sobre as casas que margeiam a estrada de ferro, derrubando quatro delas. Em uma das casas, um grupo de amigos fazia churrasco. Entre os mortos estão uma grávida e uma criança, que chegou a ser socorrida, mas morreu ao dar entrada no hospital.

    Na noite de domingo, o Corpo de Bombeiros ainda procurava por outros possíveis desaparecidos e sobreviventes que estariam embaixo dos escombros. Os bombeiros trabalham com caminhões e máquinas retroescavadeiras para retirar os entulhos e liberar os corpos.

    Empresa - Responsável pelo trem, a ALL informou que ainda está apurando as causas do acidente e se colocou à disposição das autoridades locais para auxiliar na investigação. A empresa lamentou as mortes e disse que prestará assistência às famílias das vítimas.










    ONE

    0 0


    Em Istambul, Turquia,num ônibus cai de uma ponte, resultando em 2 ferido e 2 mortos.




    ONE

    0 0
  • 11/25/13--18:00: Momentos históricos parte 2

  • Continuação da compilação de imagens históricas com tudo um pouco, de paz à guerra, com cenas da vida da humanidade e algumas nada habituais.
    São pedaços de tempo em um pequeno retalho de memória.

    ONE

    http://www.taringa.net

    Um esquadrão especial da polícia em Detroit. EUA. 1947.

    Na orla do Volga. cidade de Nizhny Novgorod. Império russo. 1900

    Baile dos veteranos. URSS. 1990.

    Atriz Anna Sten. EUA. 1934. Seu verdadeiro nome - Anna Petrovna Fesak. Até 1929, atuou na URSS, depois emigrou e continuou sua carreira na Europa e nos EUA.

    No ano 1862, o Príncipe de Gales (o futuro rei Eduardo VII) empreendeu uma viagem real ao Oriente Médio. O príncipe está sentado em uma rocha à direita. Esta foto é parte da Coleção Real de Sua Majestade a Rainha Elizabeth II

    Focke-Wulf Fw 190A-5 do JG54 durante 1943

    O bulldog Fritz sendo barbeado (Hã?!oÕ') para a TV, era um cão famoso em 1961

    O Czar Nicolau II, o Príncipe Nicolau da Grécia e Dinamarca e o O grão-duque Boris Vladimirovich da Rússia, em um momento de descontração em 1899 
    (O que a Vodka não faz hein?=D)

    Mineiros de carvão belgas no elevador de uma mina, 1900

    Soldados aliados ironizando a Hitler na chancelaria do Reich, 1945

    Queremos Cerveja! Protesto na contramão da lei seca em NY, 1932

    Soldados alemães cruzando um povoado norueguês em lumes, Abril de 1940

    Soldados ingleses em uma trincheira em Bardia, Líbia, ocupada pelos italianos e capturada pelos aliados em 5 de janeiro de 1941 depois de um sítio de 20 dias.

    Uma mãe pobre da Califórnia com uma garrafa de coca cola como mamadeira, 1939

    Carl Sagan e Ray Bradbury na conferência de imprensa em Pasadena, Califórnia, para falarem sobre a "Amartissagem" (Aterrissar em Marte) da Viking , 21 de Julio de 1976

    Nelson Mandela na prisão, junto a Walter Sisulu, esteve preso 27 anos, 1966. 
    Depois foi presidente de África do Sul.

    Buenos Aires, um vendedor de balões fotografado por N.W. Gulick em 1921

    A famosa trégua de natal em 1914 durante a Primeira Guerra Mundial, quando os soldados ingleses e alemães se divertiram entre as trincheiras, apesar de serem inimigos.



    autogiro de Juan de la Cierva sobrevoando New York em 1931 (Chupem gringos!:))

    Tentativa de reviver a um soldado, Vietnã, 1967

    Um médico fazendo curativo em um menino na França, 1944

    Trabalhadores do edifício Chase em Manhattan, 1959

    Consequências do grande incêndio de Seattle de 1889

    Em plena crise dos mísseis em Cuba, essa arma estava posicionada em Key West na rota, 27 de outubro de 1962

    Irlanda do norte, 1969

    A libertação de Paris, os cidadãos reagindo contra os alemães enquanto os aliados se aproximavam, Agosto de 1944


    ONE

    0 0

    Isso mesmo vc não leu errado . E eu nesses anos pela net sangrenta ainda não tinha visto .

    Uma mulher ,gravida de sete meses ,foi morta e ficou por varios dias decompondo até ser encontrada . Em suas roupas intimas entendam calcinha foi encontrado seu bebe tambem em decomposição .

    Segundo os legista , os gases gerados em seu abdomem durante a decomposição expulsarão o bebe de seu ventre gerando um parto pos mortem , sinistro ...







    0 0


    Duas irmãs, ambas funcionários da DR Gestão Operacional , foram mortas e seis outros funcionários ficaram feridos após um caminhão guindaste passar sobre eles em Comaro Road  em Alberton, ao sul de Joanesburgo, África do sul. De acordo com espectadores, o guindaste foi desdobrado e içado, batendo na Ponte N12.
    Isso fez com que o caminhão perdesse o controle e atropelasse os trabalhadores que estavam ocupados cortando a grama no aterro.




    ONE

    0 0


    A batalha de Tanga foi o maior confronto da Primeira Guerra Mundial que ocorreu em solo africano, entre os exércitos coloniais da Grã Bretanha e Alemanha.
    O objetivo dos britânicos era a ocupação da África Oriental Alemã e assim, no dia 5 de novembro de 1914 o exército colonial britânico, com 8.000 soldados reservistas Indianos, enfrentou 1000 Askaris africanos (tropas indígenas que serviram nos exércitos coloniais europeus durante os séculos 19 e 20)
    que lutavam sob a bandeira alemã.
    A boa disposição tática do Comandante Paul Emil von Lettow-Vorbeck fez que o exército alemão derrotasse o exército comandado pelo General Britânico Arthur Aitken em uma batalha sem precedentes.


    ONE

    wikipedia.org
    blogs.20minutos.es

    General Paul Emil von Lettow-Vorbeck

    O grande aliado do exército alemão foram ''Abelhas Soldados'' que interviram de maneira providencial, derrotando o exército de sua Majestade o Rei Jorge VI .
    Mas tais abelhas não faziam parte do plano de guerra nem estavam "habilmente adestradas", tal e como afirmou na época, o jornal inglês The Times.
    O que aconteceu na verdade, foi que quando os soldados sob o comando inglês desembarcaram, se viram em uma zona pantanosa onde era impossível de se mover.


    Os Askaris lançaram seu ataque e de troncos, saíram enormes enxames de abelhas que  surpreendentemente, só atacaram os Indianos.


    Pese a clara desvantagem numérica de 8 contra 1, Paul von Lettow-Vorbeck aproveitou habilmente o ataque das"abelhas aliadas"e ordenou um contra ataque, obrigando as tropas Indianas a voltarem aos botes de desembarque. Esta vitória foi a primeira que Paul von Lettow-Vorbeck conseguiu na Primeira Guerra Mundial e foi recebido na Alemanha como um herói.


    ONE

    0 0
  • 11/26/13--18:30: Seppuku
  • Seppuku (切腹) é o termo formal para o ritual suicida chamado popularmente deharakiri(腹切り).  Harakiri significa literalmente "cortar a barriga" ou "cortar o estômago", e é uma forma de suicídio por esventramento. Era cometido por samurais e guerreiros, em uma tentativa de restaurar sua honra. Considerava-se mais digno dar fim à própria vida cometendo seppuku do que permanecer vivo sendo desonroso com seu povo e consigo mesmo.

    Seppuku é uma parte chave do Bushido, o código dos guerreiros samurais. Era utilizado pelos guerreiros para evitar cair nas mãos dos inimigos, ser usado por inimigo e para atenuar a vergonha que isso causaria. Os samurais podiam também receber ordens dos daimyo (senhores feudais) para que cometessem seppuku. Guerreiros que caíssem em desgraça também tinham permissão por vezes para cometer seppuku ao invés de serem executados. Como o principal ponto do ato era a restauração ou proteção da honra do guerreiro, os que não pertenciam a ordem dos samurais não eram obrigados e não se esperava que cometessem seppuku. Samurais mulheres somente poderiam cometer esse ato com permissão.

    Foi usado amplamente por japoneses derrotados na segunda guerra mundial , e essas sequencia de imagens é aparentemente desta época :




















    0 0
  • 11/27/13--16:15: Vermes no seio de uma mulher

  • '-'

    0 0



    Às vezes nos sentimos obrigados a questionar se realmente não há algum limite para a perversão...
    O vídeo a seguir, mostra um maluco que criou um suporte, apenas para cravar 3.81 cm de lâmina na barriga! oÕ'
    Tudo em nome do prazer...




    ONE

    0 0


    Compartilho com vocês estes cartazes e propaganda da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) nos quais os aliados incentivavam os homens a servirem o exército, mas também para vender bônus que pudessem financiar o conflito. 
    Esta lista contém cartazes canadenses, estadunidenses, britânicos, belgas e franceses. 
    Apenas variando um pouco de tema aqui no OMR:)

    ONE
    taringa.net























    ONE

    0 0

    Muito de nos ja brincou de policia e ladrão quando criança não é mesmo ? Gostavamos de brincar com revolver de brinquedo , lá na longinqua decada de 90.

    Tinha um revolver que vc carregava as espoletas igual a recarregar as balas e vazia aquele estouro , muito dez .

    Porem hoje em dia a maiorias dos pais nunca compram armas de brinquedos , e acho até que estão certo , com o mundo de hoje mudado , com as crianças e adolescentes mais influenciáveis , vc dando um revolver de brinquedo para uma criança , a probabilidade de que ela cresça e queira um revolver de verdade é alta .

    Eu to querendo chegar ao assunto destes dois videos que postarei a seguir , onde se as crianças tendem ser quando crescer o que elas brincam na infancia , quero mostrar para vcs algumas crianças sírias brincando , e ja fazendo a previsão que ja estão perdidas e sem futuro , reflitam :





    Aqui brincam com bombinhas simulando morteiros ( normalmente brincavamos com latas de leite em pó só pra ver ela subir ):





    Ja aqui elas brincam de matar e esquartejar , pasmem :




    Videos do nosso canal do youtube, ja se escreveu ?

    0 0


    Antes da Segunda Guerra Mundial, já se sentia por todo o mundo, uma tensão alarmante em cafés, bares e outros locais públicos.
    Comentavam que talvez um conflito poderia se desencadear, mas não sabiam de que magnitude, muito menos que um genocídio se aproximava...

    Antes da guerra, a Alemanha nazista  abria caminho em direção a um conflito inevitável.
    O rearmamento, a assinatura de um tratado de não-agressão com a URSS, a anexação da Áustria e a invasão da Checoslováquia.
    Enquanto isso, os Estados Unidos aprovaram várias leis de neutralidade, tentando evitar a intervenção no exterior, já que eles enfrentavam as conseqüências da Grande Depressão e anos de grandes secas.
    Aqui estão algumas fotos desses eventos significativos que antecederam a Segunda Guerra Mundial.

    ONE

    http://www.wikipedia.org
    http://www.dailymail.co.uk
    http://tuku.news.china.com

    Adolf Hitler com 35 anos de idade, ao ser libertado da prisão de Landesberg, no dia 20 de dezembro de 1924. Hitler havia sido declarado culpado de traição por sua participação em uma tentativa de golpe de estado em 1923, chamado de Putsch de Munich. Esta foto foi tomada pouco depois de terminar o seu livro Mein Kampf.

    Adolf Hitler é aclamado pelas ruas de Munich, Alemanha, em 9 de novembro de 1933, durante a celebração do décimo aniversário do movimento nacional socialista.

    Soldado japonês monta guarda na muralha da China em 1937. O império japonês e a república da China estavam em guerra intermitente desde 1931, mas o conflito se intensificou em 1937.

    Aviões japoneses bombardeiam a China em 1937.

    Soldados japoneses na guerra de rua em Xangai, China em 1937. A batalha de Xangai foi prolongada de agosto até novembro de 1937 , nesse período, participaram aproximadamente 1 milhão de soldados. No final, Xangai caiu sob o jugo das tropas japonesas, deixando um saldo de 150 mil vítimas.

    Primeiras imagens da ocupação japonesa de Pequim (Beijing) China, em 13 de agosto de 1937. Sob a bandeira do sol nascente, as tropas japonesas desfilam em frente do portão principal que conduz aos palácios da cidade proibida. A um tiro de pedra de distância, se encontrava a embaixada dos Estados Unidos, enquanto os residentes norte americanos se refugiavam quando as hostilidades entre China e Japão estavam no seu pior momento.

    Soldados japoneses executam com baionetas em uma vala, a chineses capturados, enquanto outros soldados observam.

    O general chinês Kai-shek à direita, líder do governo de Nanquim na província de Jiangsu, com o general Yun, presidente do governo da província de Yunan em Nanquim, no dia 27 de junho de 1936.

    5 de fevereiro de 1938, uma chinesa ante os restos de sua família, todos os quais, foram mortos durante a massacre/ocupação japonesa de Nanquim. Ao que parece, vítimas das atrocidades cometidas por soldados japoneses.

    Monges budistas do grande templo de Asakusa, se preparam para a Segunda Guerra Mundial, treinam com máscaras de gás e se prepararem para os futuros ataques aéreos em Tóquio, Japão, no dia 30 de maio de 1936.

    O líder fascista italiano Benito Mussolini, no centro com as mãos na cintura, cercado pelos membros do partido fascista, em Roma, Itália, no dia 28 de outubro de 1922, após a sua marcha sobre Roma. Essa marcha foi um ato de intimidação, onde milhares de camisas negras fascistas ocuparam posições estratégicas ao longo de grande parte da Itália. Depois da marcha, o Rei Emanuelle III, pediu para Mussolini formar um novo governo, abrindo desse modo o caminho para uma ditadura.


    4 soldados italianos na Etiópia durante a Segunda guerra ítalo-etíope. As forças italianas de Mussolini invadiram e anexaram a Etiópia, formando uma colônia chamada de África Oriental Italiana, junto com a Eritreia.

    As tropas italianas erguem sua bandeira sobre Macalle, Etiópia, em 1935. Os protestos do imperador Haile Selassie, ante as Nações Unidas para que ajudassem o seu país, ficaram sem resposta e desse modo, a Itália se sentiu livre para fazer o que quisesse no leste da África.


    Continua...


    ONE

older | 1 | .... | 19 | 20 | (Page 21) | 22 | 23 | .... | 35 | newer