Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Channel Catalog


older | 1 | .... | 23 | 24 | (Page 25) | 26 | 27 | .... | 35 | newer

    0 0
  • 12/19/13--21:17: Estuprada e enterrada viva


  • Nigéria.

    0 0
  • 12/20/13--01:57: 10 Mil
  • Amigos , ontem foi um dia especial para a gente , depois de tantas quedas que acabaram dizimando nosso numeros de visitas , nos deixando quase desconhecidos perante aos dispositivos de busca, hoje voltanos a atingir a marca de 10 mil wievs .

    Esperamos voltar a manter tal marca , um muito obrigado a todos os nossos leitores , amigos , parceiros e agregadores !!!!!!!!!!!!!!!!!!



    0 0

    Post descaradamente/safadamente COPIADO sem vergonha nem pudor do excelente blog parceiro SHOW DO MEDO

    Faz pouco tempo que conheci o blog atraves de parceria e deste então acesso diariamente , a Senhorita Metzger capricha nas suas postagens e quem ainda não conhece esta perdendo tempo , vamos ao post :

    Muitos assassinos em série guardam fotos das suas vítimas, mortas ou vivas, pra guardar de recordação, pra desafiar a polícia ou até mesmo por prazer. O site TruTv reuniu fotos tiradas antes das vítimas morrerem. Algumas delas sabem o seu destino, outras, não fazem a mínima ideia do que está por vir.



    Essa é Regina Kay Walters, de 14 anos. A foto foi tirada por Robert Ben Rhoades, um assassino em série, que viajou os EUA com um caminhão que carregava uma câmara de tortura. Rhoades sequestrou Regina e seu namorado, Ricky Lee Jones. Os namorados tinham fugido de suas casas para viverem juntos no Texas. Essa foto foi tirada numa fazenda abandonada em Illinois, onde Rhoades matou Regina depois de ter cortado o cabelo dela e obrigado a garota a colocar um vestido preto. O corpo do namorado nunca foi encontrado.





    Judith Dull, aspirante a modelo, foi morta por Harvey Glatman. Glatman se mudou pra Los angeles, e se passava por fotógrafo. Chamava mulheres pra seu quarto de hotel com a promessa de torná-las modelos famosas. Então ele amarrava-as e tirava fotos. Em seguida as matava e jogava seus corpos na estrada. Nesta foto, Judith pensava que ia posar pra um anúncio de uma revista sobre o crime organizado.



    Shirley Ann Bridgeford, outra vítima de Glatman. Ela o encontrou usando um serviço de encontros chamado "Patty Sullivan lonely hearts club" (Algo como clube para corações solitários Patty Sullivan). Glatman, usando o nome de George Williams, pegou Shirley e falou que ao invés de ir dançar, como eles haviam planejado, eles iriam dar um passeio na estrada. Em certo ponto do caminho, ele parou o carro e ordenou que Shirley saísse e tirasse a roupa. Então ele a estuprou, fotografou e humilhou Shirley, antes de mata-la estrangulada, tirar algumas fotos, e abandonar o corpo.



    Outro assassino que se disfarçava de fotógrafo: William Richard Bradford. Uma noite, depois de ser inocentado por uma acusação de estupro, ele encontrou a garçonete Shari Miller. Com promessas de fazer dela uma top model em pouco tempo, ele a levou para um deserto em Los Angeles e tirou algumas fotos antes de matá-la enforcada. Então ele arrancou as tatuagens dela e levou o corpo para Hollywood, onde deixou o corpo numa caçamba de lixo. Bradford foi julgado por dois assassinatos (um deles foi esse), mas acredita-se que ele seja responsável por mais de 50.



    Bob Berdella, um assassino em série que preferia homens, manteve Todd Stoops, de 23 anos, preso por 2 meses, torturando-o diariamente com choques elétricos, penetração anal e outros abusos. Berdella não matou Todd intencionalmente. O jovem morreu em decorrência dos ferimentos provocados por Berdella. Depois de vários estupros consecutivos, Todd desenvolveu uma ruptura anal e começou a sangrar. Berdella tratou de Todd com antibióticos para animais, injetando o remédio em seus olhos.



    Outra vítima de Bordella, Larry Pearson, um garoto de programa. Ele viveu como escravo sexual de Berdella por seis semanas e foi mais cooperativo que os outros. Então ele tentou escapar, e Berdella o matou.



    Jerry Brudos, assassino em série e necrófilo, matou a estudante de 19 anos Karen Sprinker na garagem dele. Ele a sequestrou no estacionamento de um mercado e a levou para a sua casa, onde ele fez a jovem se despir e posar para fotos. Ele matou Karen por enforcamento, transou com o seu corpo e arrancou os seus seios.


    http://showdomedo.blogspot.com.br/
     

    0 0


    0 0


    A manifestação pelo direito de fazer topless, marcada nas redes sociais para as 10 horas deste sábado (21), teve pouca adesão. A grande concentração na praia de Ipanema, Rio de Janeiro, foi mesmo de fotógrafos e curiosos. Menos de dez mulheres aderiram ao movimento, sendo imediatamente cercadas, cada uma, por dezenas de repórteres e curiosos.

    Enquanto isso...

    ONE

    http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/rj/2013-12-21/toplessaco-na-praia-de-ipanema-reune-mais-fotografos-que-manifestantes.html


    Uma das adeptas, a estudante Carolina Jovino, de 19 anos, disse ter ficado com medo da reação de alguns homens. Enquanto apoiadores gritavam "sem moralismo", vendedores ambulantes e curiosos faziam comentários machistas e piadas de baixo calão. Outros incitavam, entre piadas de incentivo e comentários agressivos, que outras mulheres, inclusive repórteres, deveriam também tirar a roupa. Até guardas municipais estavam cantando mulheres.


    Toda a imprensa internacional da cidade, com mais de 100 repórteres, fotógrafos e cinegrafistas acompanhou o movimento, com frustração.

    Com a prótese de silicone desnuda e purpurinada, Ana Paula Nogueira, de 34 anos, disse esperar que aos poucos o topless se torne mais natural. A cineasta disse que costuma fazer topless normalmente no exterior, como em Cuba ou na França. "Se ninguém fizer, não vai melhorar", disse.


    Destaque do movimento foi a pensionista Olga Solon, de 73 anos, que soube do protesto pela mídia e resolveu apoiar. Olga posou para fotos sem blusa acompanhada pelo marido francês, mas logo colocou a roupa. Os dois moram há quatro anos no Arquipélago de Açores, em Portugal, e estão na cidade para as festas de fim de ano. Olga disse estar acostumada com o topless na Europa. "Só acho que as minhas filhas (de 51 e 53 anos) não vão gostar muito quando virem as fotos. Elas são um pouquinho conservadoras", disse.



    O suposto protesto também teve a adesão de homens, que pintaram os corpos. Rennan Carmo, de 18 anos, pegou o biquíni da mãe e, junto com um amigo, vestiu a parte de cima. "Na nossa sociedade atual topless não é normal, como a gente esta vendo aqui", disse.


    O evento teve mais de 8 mil adesões em página criada no Facebook convocando ao protesto, no primeiro dia do verão, que começa oficialmente hoje às 15h11. O movimento foi criado em reação a um episódio ocorrido no Arpoador, onde guardas repreenderam a atriz Cristina Flores por posar sem blusa para um catálogo de uma peça de teatro e foi obrigada a vestir a blusa.







    ONE

    0 0

    O menino senta-se orgulhoso ao lado de seu boneco de neve, e sorri.
    Ele não tem nenhum casaco, luvas ou chapéu para se proteger do frio, mas por um momento ele se distrai da dura realidade da vida no interior de um campo de refugiados improvisado no Líbano.
    Não sabemos o nome dele, mas ele é um dos 842 mil refugiados da ONU, que estão passando o inverno no Líbano, depois de fugirem de uma brutal guerra civil de três anos na Síria.


    ONE

    http://edition.cnn.com

    Eles achavam que a vida não poderia ficar muito mais difícil. Mas isso foi antes da tempestade de inverno "Alexa" se mover, trazendo chuva, neve e temperaturas abaixo de zero em toda a região.
    Apesar das condições miseráveis, para muitas crianças em campos de refugiados, a neve era uma novidade.
    A foto do boneco de neve acima foi capturado pelo cinegrafista da CNN Christian Streib quando ele visitou o campo de trânsito Arsal UN no Vale de Bekaa no Líbano, hoje o lar de 40 mil refugiados.


    Eu vi o boneco de neve na frente de uma barraca e pensei que faria uma boa imagem", disse ele. "Então o menino apareceu, e sorriu quando eu tirei a foto dele. Então, ele desviou o olhar, distraído e mais pessoas chegaram. Estávamos em uma corrida para terminar as filmagens, por isso eu nunca cheguei a falar com ele."
    .... "Mas basta olhar para o sorriso tão inocente.
    O simulacro simboliza também que todo mundo pode se relacionar com um boneco de neve Todos nós construímos um boneco de neve e um presente -. Enquanto construído a partir de muito pouco - Isso coloca um sorriso no o rosto de um menino com escassos meios . "


    Streib disse que ficou impressionado com a dignidade das crianças, mesmo que eles estivessem com fome e frio. A maioria tinha os pés nus em chinelos de plástico, disse ele.
    "As crianças estão por toda parte no campo, apenas vagando, com o tempo em suas mãos, mas sempre vão encontrar algo para brincar."



    Khadija e seu irmão Amjad são de Aleppo, (Imgem acima) que sofreu alguns dos mais pesados ​​bombardeios durante o banho de sangue na Síria.
    O Correspondente da CNN, Mohammed Jamjoon lembrou como as crianças estavam determinados a se divertirem, apesar das condições de congelamento.
    "Apegar-se a qualquer resquício de infância abandonada que pudessem, eles decidiram construir um boneco de neve", disse ele. "Esta foto foi tirada no mesmo local onde Christian tomou a foto do menino e o boneco de neve.

    É muito comovente:.Tu quer dar, mas tu se sente impotente. Tu é a pessoa de fora com a câmera grande, mas eles só querem explicar a sua situação", lembrou. "E cada conversa termina com a mesma frase: Eu quero ir para casa."
    Isso não vai acontecer em breve. As crianças refugiadas no Líbano não são susceptíveis de ver sua terra natal novamente antes de atingir a idade adulta.
    O Líbano absorveu o maior número de refugiados da Síria. A ONU prevê que haverá mais de 1,5 milhões no país até o final de 2013. A População do Líbano é de apenas 4,2 milhões.


    Este menino sírio entrou em uma guerra de bolas de neve em Arsal na segunda-feira (Imagem acima). Mohammed Jamjoom disse: "Nós vimos pelo menos seis meninos brincarem e se divertirem enquanto a ajuda estava sendo distribuído."
    Sírios fariam qualquer coisa para chegar ao Líbano, disse Jamjoom. Isso apesar das condições terríveis que eles encontraram quando chegaram.
    Ele lembrou a cena como ele e o cinegrafista Chris Jackson acompanhados de médicos e trabalhadores de ajuda humanitária quando eles imunizaram crianças entre cinco anos para menos, em uma visita anterior a um acampamento no vale de Bekaa.
    "É absolutamente de partir o coração", disse ele. "Essas pessoas estão efetivamente vivendo em um esgoto a céu aberto. Estão andando na lama, por meio de dejetos humanos."













    ONE

    0 0
  • 12/21/13--18:30: Link's da Semana #38
  • 0 0


    Vocês já devem ter visto este vídeo rodando pela web, ou seja, que para os padrões internetianos, é OLD, é coisa velha...
    Mas nem por isso eu vou deixar de colocar o meu grãozinho de areia:)
    Conheça a Hope for Paws ("Esperanças para os cupinchas") e o canal do youtube com esses vídeos maravilhosos:)

    "Um cão sem-teto que vivia em uma pilha de lixo é resgatado, e eles
    fazem algo incrível!

    A Hope for Paws recebeu um telefonema urgente sobre um cão doente em
    uma pilha de lixo

    Me foi dito que Miley (Miley é nome da nossa protagonista) estava sobrevivendo aqui há vários meses

    Gente!
    Deem só uma olhada no olhar dessa cachorra:)



    Nós chegamos ao centro de cuidados veterinários

    Miley sofria de sarna, parasitas, infecção por bactérias e má nutrição

    Ela precisou tomar "banhos com remédios" (Para não ter que traduzir do
    vídeo como termo: "banhos medicamentosos"¬¬) e recebeu tratamento para
    suas feridas

    Miley estava "desligada"

    Seu corpo precisou de tempo para sarar

    Mas no terceiro dia, ela compartilhou um beijo comigo

    Duas semanas depois, ela conheceu Frankie

    Ele foi resgatado de um cano de drenagem e tem medo de tudo

    Miley tomou a Frankie sob a sua asa

    E eles rapidamente se tornaram bons amigos

    Por favor, compartilhe este vídeo e ajude a Miley e Frankie a
    encontrar o seu lar(res) definitivo"

                                                  Veja também: Resgatando Bethany


    ONE

    0 0

    Médicos conseguiram reimplantar com sucesso a mão de um homem depois de prendê-la à perna deste por um mês na China. Xiao Wei teve a mão decepada em um acidente de trabalho em 10 de novembro. As informações são do site do jornal Daily Mail.​



    Em um hospital de Changde, os médicos se disseram incapazes de reimplantar a mão e o encaminharam a um hospital maior, em Changsha.

    Os cirurgiões afirmaram que poderiam fazer a cirurgia, mas não no momento devido aos ferimentos do chinês. Eles então implantaram a mão na perna do paciente para que ela não morresse.

    "Seus ferimentos eram graves. Nós claramente tínhamos que tratar os ferimentos antes de fazer a cirurgia", diz um dos médicos ao jornal.





    Um mês depois, Wei tinha se recuperado o suficiente para passar pela cirurgia. Apesar do sucesso do reimplante, ele ainda precisará de outras cirurgias. Os médicos, contudo, estão confiantes de que ele se recuperará plenamente.









    0 0


    0 0


    Merry Christmas, Mr. Lawrence ou em Japonês, Senjo no Meri Kurisumasu, "Feliz Natal no campo de batalha" , também conhecido em muitas edições europeias como Furyo "prisioneiro de guerra", é um filme japonês de1983 dirigido por Nagisa Oshima, produzido por Jeremy Thomas e estrelado por David Bowie, Tom Conti , Ryuichi Sakamoto e Takeshi Kitano.

    Presenteio os fieis leitores do www.omundoreal.com.br, nesta data festiva, com esta dica de filme :)
    ONE

    http://www.wikipedia.org


    Ele foi escrito por Oshima e Paul Mayersberg e com base nas experiências de Laurens van der Post, durante a Segunda Guerra Mundial como um prisioneiro de guerra, conforme ilustrado em suas obras The Seed and the Sower (1963) e The Night of the New Moon (1970).

    Merry Christmas, Mr. Lawrence


    Durante a Segunda Guerra Mundial o major britânico Jack Celliers (David Bowie) chega a um campo de prisioneiros japonês. O comandante do campo (Ryuichi Sakamoto) impõe valores como a disciplina, a honra e a glória ao mais puro estilo japonês, mas seu zelo oculta uma homossexualidade reprimida, já que desvelá-la, reportaria a sua ignominia absoluta. 
    O comandante em seu extremo zelo na honra e na glória, afirma que os soldados aliados são covardes ao se entregarem ao invés de se suicidarem.


    O argumento do filme se complica quando o comandante japonês, se apaixona por Jack Celliers, provocando não poucas tensões entre guardas e prisioneiros, ao que se deve acrescentar o choque da mentalidade nipônica contra a britânica. Um dos prisioneiros, (Tom Conti) tratará de explicar a seus colegas a forma de pensar dos japoneses, mas estes lhe consideram um traidor.

    Ryuichi Sakamoto : Merry Christmas, Mr. Lawrence

    A música Senjo no Meri Kurisumasu/Merry Christmas, Mr. Lawrence, uma obra prima que figura na trilha sonora do filme, composta por Ryuichi Sakamoto é sempre lembrada no Japão, quando se aproxima o Natal. 
    Ryuichi Sakamoto também escreveu a partitura e os temas vocais para "Forbidden Colours", com David Sylvian , que foi um hit em muitos territórios.
    O filme competiu em Cannes 1983 pela Palma de Ouro.
    Ryuichi Sakamoto ganhou o prêmio BAFTA de Melhor Música em filme.

    Forbidden Colours





    (Curiosidade:
    Eu notei a "semelhança" da canção Uma Voz no Vento - Leila Pinheiro, que fez parte da trilha sonora da série A Casa das sete mulheres, com os arranjos da música Merry Christmas, Mr. Lawrence...
    Que coincidência né?=D)

    Enfim amigos, lhes desejo um feliz natal no campo de batalha...

    ONE

    0 0


    Durante a conhecida Batalha de Stalingrado, a qual ocorreu entre agosto de 1932 e fevereiro de 1943, já em plena Segunda Guerra Mundial. O exército soviético media forças com o exército alemão, se tornando um dos combates mais sangrentos deste episódio da história, pois morreram mais de dois milhões de pessoas, em sua maioria civis.

    ONE

    http://www.taringa.net

    Algo extraordinário ocorreu na noite de 24 de dezembro de 1942. A tropa soviética era a que mais estragos sofria naqueles momentos. O inverno era terrível e a eles restava pouca comida e lenha para se aquecerem. Com a intenção de levantar o ânimo ao seu exército, o governo da ex União Soviética decidiu lhes presentear com um concerto de música clássica, no qual desfrutariam no centro de Belgrado, ao ar livre.


    Um dos violinistas da orquestra chamado Boris Goldstein decidiu dar um passeio por tão desoladora paisagem e quando chegou ao quartel de seus compatriotas, ficou impactado com o que encontrou, assim como com o estado dos combatentes. Foi por isso que Boris decidiu fazer a melhor atuação de sua vida.


    O violinista tocou de tudo, de peças clássicas de seu país até as melodias mais conhecidas de autores como Johann Sebastian Bach. Graças aos alto-falantes colocados estrategicamente para que todos pudessem gozar do espetáculo, os alemães escutaram a música de Bach.


    Do nada, deixaram de se ouvir os disparos, pois o virtuosismo  de Boris, unido ao talento de Bach, fez que por um momento, os soldados vivessem paz e harmonia.
    Durante uma hora e meia, Stalingrado viveu em completa paz, almejando que a música fizesse um milagre, no qual, infelizmente não chegou naquele momento, mas sim, vários meses mais tarde.

    ONE

    0 0
  • 12/23/13--18:30: Sugestão para sua ceia
  • Natal esta ai , e como sempre ninguem esta nem ai para data que ela representa , inclusive este que vos escreve , não vou ser hipocríta , todos só pensam em usar essa data como desculpa para encher a cara , comer feito um porco e a meia noite vira aquela falsidade que só ...

    Mas deixando isso de lado o comidinhas do rusmea traz trago a vcs uma deliciosa dica para sua ceia de natal , um prato que é servido no festival da cerveja de Hanoi no Vietnã , uma especie de oktober fest deles em que nos dias de festa cerca de 30 mil pessoas enchem a cara de cerveja e se deliciam de seu prato favorito : Cachorro Assado !!!









    30 mil pessoas ????? Imaginem quantos cães vão para o forno hein !!!!!!!!!

    0 0

    Há muito tempo que eu perdi o hábito de comemorar o natal.
    Devido a que essa data festiva, é puramente uma data comercial no Japão, eu acabei por me acostumar a não ser arrebatado pelo espírito natalino que invade o ocidente.
    Espírito esse, estranhamente muito mais valorizado nos tempos de guerra...(Natal seria um tempo de paz, de perdão, de vida, de renascimento...Se estão se matando em uma guerra, tal data com tais boas intenções não fazem sentido...)
    Assim que compartilho com vocês este álbum de imagens de comemorações de natal na Segunda Guerra Mundial.

    ONE

    http://www.mcanime.net
    http://www.ww2f.com/

    Aliados na marinha dos estados unidos

    Cadetes de aviação no centro de formação aérea, próximo de Santa Ana decorando uma árvore de natal em uma fotografia publicada em 24 de dezembro 1942. De esquerda para a direita, Pedro Kaldare, David T. Gunn, Kahill Eduardo Galeano e Loren.


    Na Inglaterra, um natal ianque: o sargento. Hiram Prouty de Baltimore o sargento Everette E. Pratt de Erie, Pensilvania, segurando uma gravata


    Crianças Inglesas cantando em coro, em londres,1939 (Nota: Naquele momento, a guerra já havia começado)

    24 de dezembro 1941: Os membros das Forças Canadenses com a saúde reestabelecida, ajudam as enfermeiras à preparar uma árvore de natal em um hospital no sul da Inglaterra. 
    Os homens não sentem tantas saudades, já que as enfermeiras também são do Canadá, prestando serviços na Grã-Bretanha durante a Segunda Guerra Mundial.


    Soldado norte-americano dando chocolates a algumas crianças no natal de 1942


    Outra imagem de 1942, onde também aparecem soldados estadunidenses.

    Papai noel (Velho batuta^^), barrigudo e de capacete, repartindo presentes aos soldados estadunidenses feridos no dia de natal, nos arredores de um hospital de campo durante a Segunda Guerra Mundial. 


    Natal da 442a infantaria anti-tanques, L'Escarene, França, 1944. (Eu sei o que vocês pensaram:) )

    Durante a Segunda Guerra Mundial, o Conselho de Westminster, em Londres ofereceu um prêmio para o abrigo mais bem enfeitado. Esses ocupantes usaram decorações e bandeiras de Natal, assim como retratos do rei e da rainha e Winston Churchill. 20 de dezembro de 1940

    Reverendo J.T. Hollando do lado do seu altar, natal de 1942. Naufaliya

     Ceia de natal, 1942 para o campo 5 Ambulance. Naufaliya 

    Hospital in Hawaii, Dec 25, 1942.

    Um poster de propaganda do exército vermelho


    Propaganda americana de natal

    Soldados russos em Stalingrado,1943.


    Celebração de natal da Mercedes-Benz (1938...Antes da guerra...) 


    Curiosa foto em que aparece Karl Höcker acendendo as velas de uma árvore de natal em Auschwitz, em 1944

    Homens da 4(MG)companhia/Infantaria.Reg.24/21.Inf.Div, natal de 1939 


    Uma unidade da Luftwaffe celebrando o natal


    Cadetes da Waffen SS sentam-se em uma longa mesa em uma festa de natal proposta pelo Führer e chanceler alemão, Adolf Hitler no Löwenbräukeller. Munich, Alemanha, 18 de dezembro de 1941. (Fotografias de Hugo Jaeger) 








    Hitler e os generais em sua festa de natal, 1941. 


    Festa de natal para os membros do partido nazista, aqui Hitler aparece novamente, 1941. 

    Vídeo: 
    Alemanha, natal 1937 
    Propaganda com Hermann Goering, Joseph Goebbels e Adolf Hitler. Banda sonora original. 



    ONE deseja a todos, boas festas e feliz ano novo:)

    0 0


    Ao psicopata alcoólatra Silvio, à doce porém venenosa Ana, ao Nando e a todos os autores dos blogs parceiros, colaboradores e cupinchas do omundoreal, lhes desejo um feliz natal e um próspero ano novo :)























    Sãos os votos de rusmea.com :)

    0 0
  • 12/24/13--18:01: FELIZ NATAL

























  • Pronto !! Agora pare de chorar porque vc não ganhou um tablet e volte para sua farta ceia ...

    0 0

    Essa Postagem é de autoria do nosso chapa /companheiro/parceiro Nando do blogNoite Sinistra , nosso principal parceiro aqui do O Mundo Real .

    Vira e mexe estamos trocando umas  ideias de postagens e esse excelente material enviado por ele é tão interessante e completo que fiquei com vergonha de assinar como minha kkkk  e vou assinar por ele, então fique aos cuidados dele e não deixe de visitar oNoite Sinistra que esta cheio de post's interessantes , um melhor que o outro :








     Trégua de natal da primeira guerra mundial


    Conhece-se como Trégua de Natal a um breve o armistício não oficial que ocorreu entre o Império Alemão e as tropas britânicas estacionadas na frente ocidental da Primeira Guerra Mundial durante o Natal de 1914. A trégua começou na véspera da Natal, quando as tropas alemãs começaram a decorar suas trincheiras, depois continuaram com sua celebração cantando cantigas natalinas, especificamente Stille Nacht (Noite Feliz). As tropas britânicas nas trincheiras ao outro lado responderam então com a mesma em inglês.







    Ambos lados continuaram a troca gritando saudações de Natal uns aos outros. Logo o local se tornou terra de ninguém, onde pequenos presentes foram trocados: uísque, cigarros e até guirlandas. A artilharia nessa região permaneceu silenciosa naquela noite. A trégua também permitiu que os mortos recentes fossem recolhidos detrás das linhas inimigas e enterrados. Durante as 24 horas realizaram funerais com soldados de ambos lados do conflito chorando as perdas juntos ofereciam seu respeito.





    O incrível do fato é que trégua informal propagou-se para outras áreas, e há muitas histórias -algumas possivelmente apócrifas- de partidas de futebol entre as forças inimigas. Há cartas que confirmam que o resultado de um desses jogos foi 3 a 2 a favor da Alemanha.




    Em muitos setores a trégua só durou essa noite, mas em algumas áreas durou até o ano novo, e inclusive até o mês de fevereiro.





    Os comandantes britânicos John French e Sir Horace Smith-Dorrien juraram que uma trégua assim nunca voltaria a acontecer, no entanto ambos já não ocupavam o comando no Natal de 1915. Nos anos subsequentes ordenaram bombardeios de artilharia na véspera da festividade para assegurar-se de que não houvesse mais tanto congraçamento no meio do combate. Ainda assim as tropas frontais eram trocadas regularmente para evitar que se familiarizassem muito com o inimigo. Apesar de todas essas medidas ainda aconteceram encontros amigáveis entre soldados, mas em uma escala muito menor que a dos encontros do ano anterior.










    Por: Nando Gerhardt

    0 0


    0 0
  • 12/25/13--18:00: Jonathan Payne













  • Louco né?:)

    Jonathan Payne é um artista free-lance, residente em Santa Clarita, Califórnia. Suas esculturas e pinturas se concentram principalmente em criaturas e design de personagens. Ele estudou com nomes como Jordu Schell (Men In Black, Edward Mãos de Tesoura, Avatar), o escultor Simon Lee e o escultor John Brown. Ele prefere esculpir em óleo, de polímeros e argilas WED. Recentemente, ele ficou consumido com a criação de uma linha original de bolas tumorais de carne conhecida como "Fleshlettes". Além de seus macabros "bebês", ele também gosta de criar esculturas que retratam tanto a vida selvagem como a forma humana. Jonathan está disponível para ser contratado como um artista independente e para encomendas individuais.

    Outras obras do artista:






    ONE

    0 0

    Ao se preticar um esporte é importante que vc use todos os equipamentos de segurança determinada para cada caso. Como no caso do video no qual o jovem vai descer uma ladeira com skate e esta munido de todos os equipamentos ( capacete ,joelheira , cotoveleira) que são importantes para salvar sua vida só que não :



older | 1 | .... | 23 | 24 | (Page 25) | 26 | 27 | .... | 35 | newer